quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Feliz 2012.

Continuar feliz apesar de (...) é melhor que se desesperar, sentar e esperar o pior. Permanecer feliz é o que importa. Problemas sempre vão aparecer, sempre mesmo. O real desafio é continuar sorrindo, mas que esse sorriso seja sincero porque eu e você sabemos que tristeza passa. Ainda mais quando a gente quer que ela passe. Tristeza dá pra afugentar rapidinho, mas quanto mais você deixa ela crescer no coração, mais difícil de tirar. É praga. Praga não é bem-vinda em casa, nem em horta, nem no coração. Por favor, continue feliz pelo bem do seu. Não sei onde eu li ou ouvi, mas sempre guardo uma coisa comigo: felicidade não é um objetivo a ser alcançado, mas um modo pelo qual se deve viver para alcançar outros objetivos. Era mais ou menos assim. E eu tô aproveitando que hoje ainda é 12 de janeiro de 2012, tô aproveitando pra te dizer pra você levar isso com você, porque não tem conselho melhor que eu possa te dar. Pra qualquer problema que você possa me apresentar, eu só te mostro uma solução: siga em frente e permaneça feliz. Algumas vezes a tristeza vem pra gente aproveitar ainda mais os momentos de felicidade, pra valorizar um sorriso ou pra ensinar uma lição. Se você conseguiu sorrir hoje, e ontem, sorria amanhã. Se não sorriu hoje, nem ontem, sorria amanhã. Porque um sorriso é o modo número 1 de ser saudável. Uma mente saudável é o começo de tudo. O começo de tudo é um sorriso. Se você é sozinho, acompanhado, não importa. Aprenda a sorrir por si mesmo e pelos outros, aprenda a ser feliz consigo mesmo. Sorria e comece novos planos, mude o que acha que precisa de mudança, faça o que quer que te deixe feliz. Viva como você quer porque (e eu percebi isso há pouco) você só vive uma vez. Você só tem uma chance de viver como quer. O seu sorriso tá escondido dentro de você. Feliz 2012.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Quando eu estiver triste virei aqui. Estava cabisbaixa, mas após ler este texto seu... sei lá. Deu um ânimo, entende? Éh... Olha a Mari Germano me ajudando novamente.

    ResponderExcluir